SÓDIO: Saiba por que é importante reduzir o sal na alimentação

O sódio é um dos componentes do sal de cozinha. O consumo excessivo aumenta o risco de doenças como hipertensão arterial, doenças cardiovasculares e renais.

Precisamos moderar o consumo de sal em nossa alimentação diária. Mas, como podemos fazer isso da melhor forma? Apesar da necessidade de manter o equilíbrio no consumo desse tempero, por nossas tradições culturais gastronômicas, o uso do ingrediente é praticamente indispensável na composição de qualquer prato ou receita.


Segundo dados da Sociedade Brasileira de Cardiologia, mais de 30 milhões de brasileiros sofrem com hipertensão arterial sistêmica, principal fator de risco que contribui com o desenvolvimento de doenças cardiovasculares e, o consumo excessivo de sal, é considerado um dos principais responsáveis por isso. A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda que a ingestão diária do alimento seja de apenas 5 gramas, o que representa 2.000 miligramas de sódio. No entanto, o consumo médio do brasileiro ainda é de 12 gramas por dia. Cerca de 70% do sal consumido pelo brasileiro vêm da alimentação feita em casa e 30%, de produtos industrializados.


Para ajudar a atingir esse ideal de consumo do sal, as indústrias assinaram um acordo com a Associação Brasileira das Indústrias da Alimentação (ABIA), criando metas de redução de sódio. "As indústrias vêm cumprindo um papel importante para ajudar a população a diminuir a quantidade de sódio que consome. Algumas opções de temperos e caldos, por exemplo, podem ser encontradas com até 5% menos sódio nas versões regulares e de 25% a 30% menos sódio em linhas especiais".

Para diminuir o consumo de sal no dia a dia, algumas atitudes simples podem ser adotadas. Confira!


Veja maneiras para diminuir o consumo de sal


1 – Retire o saleiro da mesa. Manter o sal longe da vista e do alcance ajuda a reduzir a vontade de acrescentar sódio à comida.


2 – Experimente a comida antes de colocar mais tempero à preparação. Muitas pessoas acabam acrescentando o sal antes de provar se o prato está saboroso. Isso acontece de forma automática ou por hábito.


3 – Peça comida com menos sal. Quando for comer em restaurantes, solicite que a sua comida seja feita menos salgada.


4 – Cuidado com os alimentos com alto teor de sódio. Bacon, queijos, azeitonas e salame, por exemplo, são alimentos ricos em sal. Prefira incluir no cardápio alimentos como cereais, ovos, frutas, ricota, iogurte e vegetais.


5 – Dê um tempo para seu paladar. As pessoas estão acostumadas com uma quantidade elevada de sal. Ao reduzir, o paladar pode estranhar. Por isso, tente diminuir gradualmente para se acostumar.


6 – Leia os rótulos das embalagens. Isso pode ajudar a escolher os alimentos com menor teor de sódio.


7 – Quando usar temperos em pó ou caldo, não adicione mais sal. Esses produtos já possuem a quantidade suficiente para deixar a comida temperada, dispensando o uso de mais tempero.


8 – Inclua mais ervas na preparação dos seus alimentos! As ervas frescas e secas conferem mais sabor as receitas, diminuindo a necessidade de utilizar o sal.


9 – Troque o sal por Bio Salgante. Bio Salgante é o substituto ideal para o sal de cozinha e não possui sódio na sua fórmula e não altera o sabor dos alimentos.


Gostou das dicas? Fique de olho nas nossas redes sociais.

Você encontra Bio Salgante nos principais e-commerce, entrega garantida no conforto da sua casa.




Fontes: conquistesuavida.com.br e blog.saude.gov.br

12 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo